terça-feira, 27 de outubro de 2009

Por dentro da Garganta Profunda



Nos anos 70 , e portanto bem antes da era das videocams, um filminho pornográfico era uma coisa mais parecida com cinema: era fotografado em película, tinha "enredo", cartaz, e eram projetados em salas de exibição, como os filmes "normais". Um destes filmes acabou atingindo um status de cult inesperado, servindo como pretexto para que se discutisse, na América conservadora e bundona dos anos Nixon, questões como a liberdade de expressão, e demais direitos civis. O filme acabou se tornando u manifesto, uma declaração de princípios. Foi o filme certo na hora certa, e acabou se tornando um fenômeno sem precedentes (custou 25 mil dólares e arrecadou 600 milhões mundo afora, um verdadeiro milagre para a indústria !).




Esse documentário foca muito bem esse momento, assim como dá uma pincelada no que era a industria pornô pré VHS e trata dos mitos que envolveram essa obra (e elenco) que viria a ser o filme independente mais assistido e cultuado na América, um verdadeiro ícone da cutura pop( no Brasil passou em salas poeira durante muitos anos). Outra curiosidade do filme: como a atriz Linda Lovelace terminou seus dias na terra. A narração é do outsider Dennis Hopper, e existem as ilustres presenças de Gore Vidal e do mestre John Waters. Para quem gostou de Boogie nights e se interessa por história cultural imperdível 


Titulo original : Inside deep throat
Diretor : Fenton Bailey, Randy Barbato
Ano : 2004
País : USA
Awards : AVN Award 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...