segunda-feira, 9 de novembro de 2009

O império dos sentidos




Esse é um belo filme, de grande valor artístico, que conta a história (verdadeira) de um casal de amantes absolutamente obcecados um pelo outro, e que levam a sua relação além de todo e qualquer limite. Kizicho é um homem bem de vida no Japão dos anos 30, e se apaixona por uma de suas serviçais, Sada, a despeito dele mesmo ser casado e ter filhos.


Uma vez iniciada a relação entre os dois, a paixão e sobretudo o sexo se torna progressivamente mais intenso e permissivo, e ambos se tornam incapazes de viverem separados um do outro, e de seus próprios jogos de alcova.


Uma injustiça esse filme ter sido confinado em salas "poeirinha" aqui no Brasil por tantos anos, após ter sido facilmente classificado como  pornográfico, mas trata-se de um drama, intenso e passional que contém sim, cenas de sexo não simulado entre os atores (tornou-se antológica a sequência "do ovo"), já que o diretor Nagisa Oshima, grande diretor da new wave japonesa, decidiu mostrar a história de maneira despudorada mesmo - Mas que medo é esse que as pessoas têm de sexo afinal ?  


Titulo original : Ai no Korrida / L' Empire des sens
Ano : 1976
Diretor : Nagisa Oshima 
País : Japão / França
Awards : British Film Institute Awards / Hochi Film Award 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...