quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

O Direito do mais forte


Fox  trabalha como atração menor em um espetáculo circense de segunda classe , até o dia que o estabelecimento é fechado pela polícia. Sem rumo , Fox começa a se virar fazendo michê , e eventualmente sai com alguns homens mais velhos . Inesperadamente porém Fox ganha um prêmio na loteria , e passa a andar na roda dos bofes de classe alta .


Porém a sua origem simplória e hábitos proletários lhe causam problemas quando começa um relacionamento estável com um aristocrático comerciante , arrogante e afetado , uma verdadeira diva frívola , de botar Freddy Mercury no chinelo.


O grande diretor Reiner Werner Fassbinder mergulhou fundo no bas fond e nos seus tipos , para contar essa interessante estória de choques culturais , ambição , e relações efêmeras , de uma forma que a questão da cultura gay se torna quase um detalhe frente à sordidez da natureza humana. Um belo filme, bastante honesto e original, desse grande diretor , que faz Midnight cowboy parecer um especial infantil .




Titulo original : Faustrecht der Freiheit
Ano : 1975
Diretor : Reiner Werner Fassbinder
País : Alemanha
Awards : Nenhum

2 comentários:

  1. Fassbinder !! Já virei fã dos filmes desse cara !! O direito do mais forte contextualiza justamente o lado repugnante e ignóbil do ser humano e como você disse ficando a questão gay apenas nas minúcias. Muito bom !!

    ResponderExcluir
  2. Um ótimo filme para aqueles que realmente estejam "dispostos" para a possível idéia de se verem refletidos na penumbra da hipocrisia.
    Tive a impressão que as quase 2 horas de duração de filme foram insuficientes para todas as abordagens que levam ao desenrolar da trama, o que deixou o longa num fluxo muito mais acelerado do que ao dos sentimentos que acompanham o telespectador...
    A maior jogada Fassbinder se dá ao final do filme, aquele fim quase bizarro reforça ainda mais a repugnância e a fragilidade humana, que se desconstrói por si só.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...