segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Viridiana


Viridiana é uma jovem noviça que ao sair da clausura para visitar seu tio e benfeitor , decide abandonar o hábito e ajudar os pobres como uma religiosa leiga . Sendo assim , ela reúne vários necessitados em sua propriedade e passa a assisti-los com sua obra social , mesmo contra a vontade de seu primo descrente.



Esse é o primeiro filme que Buñuel filmou na Espanha (Madrid e Toledo) após o seu exílio no México , e para esse retorno deixou de lado qualquer resquício de surrealismo para se focar na grave crise social que assolava o país após anos de estúpida guerra civíl . Obviamente o cara não se priva de dar o seu sacode no catolicismo , porém , maior do que uma declaração de ausência na fé em qualquer religiosidade (o que ele iria deixar guardado para a obra prima Via láctea) está a declaração na ausência de fé no próprio homem , com sua natureza corrupta e má .


Buñel prepara tudo para o apoteótico final (o banquete dos mendigos é um dos pontos altos da sua filmografia )  , com sua particular visão da santa ceia e outras coisas beeem cabeludas que deixou nas entrelinhas.  Buñel foi o corajoso mestre , um magnífico canalha que alegra os nossos corações ! Curiosamente , o tão comentado retorno de Buñuel à Espanha não podia dar em outra coisa senão o banimento do filme por blasfêmia e obscenidade , uma "distinção" que foi uma verdadeira vitória para o provocador ..

Titulo original : Viridiana
Ano : 1961
Diretor : Luis Buñuel
País : Espanha / México
Awards : Festival de Cannes


LINK PARA TORRENT

LINK PARA LEGENDA

...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...