terça-feira, 30 de março de 2010

Yol


Em uma prisão Turca , um grupo de cinco homens é liberado para passar apenas uma semana juntos de suas respectivas famílias. Porém , quando chegam aos seus destinos se deparam com a desagradável realidade de seus mundos já não se parecerem mais com aqueles que deixaram antes da prisão.



Filme seco e duríssimo , porém forte e comovente , e uma boa oportunidade para se observarem os (para nós) bizarros hábitos de uma cultura que se encontra no meio do caminho entre ocidente e oriente , uma mistura de etnias cujos costumes nos parecem terríveis.


Uma curiosidade interessante : o filme permaneceu banido por anos na Turquia , assim como o nome do diretor , Yilmaz Guney , impronunciável. Yilmaz , após uma prolífica carreira como ator e diretor , foi preso por suposta propaganda "comunista" . Depois de ser solto , produziu este drama semi biográfico , e novamente foi preso (por atirar na cara de um juiz em pleno tribunal !) . Dessa segunda prisão Yilmaz conseguiu fugir , exilando-se na França , onde trabalhou até morrer ..


Titulo original : Yol
Ano : 1982
Diretor : Yilmaz Guney
País : Turquia / França / Suiça
Awards : New York Film Festival / Cannes / Karlovy Vary Film Festival / Globo de Ouro / Prêmio César França / London Critics Circle Film Awards / French Syndicate of Cinema Critics

LINK PARA TORRENT

LINK PARA LEGENDA

...

domingo, 28 de março de 2010

Cisco Pike


Cisco Pike é um músico que está na pior após sair da prisão por envolvimento com drogas , e precisa se virar de alguma forma . Começa então a vender bagulho novamente , e encontra um terreno bastante fértil para a sua atividade : seus contatos em Los Angeles . Mas Cisco precisa estar atento todo o tempo para não rodar novamente ..


Esse obscuro filme é um dos primeiros drug movies a ser feito com ênfase maior no submundo do tráfico , distribuição e consumo . Além do óbvio retrato de que todos , sem excessão ,  fumavam bagulho na ensolarada California setentista , o filme é uma curiosa peça cinematográfica dos 70 focada no declínio da cultura hippie que morria diante do pragmatismo vigente.


Título original : Cisco Pike
Ano : 1972
Diretor : Bill Norton
País : USA
Awards : Nenhum



...

sábado, 27 de março de 2010

Salon Kitty



Na Berlin dos anos 30 , a administração do Reich pretende fechar o Salon Kitty , um bordel de classe , muito popular entre os oficiais nazi , e transferi-lo para uma instalação onde secretamente , cada militar será espionado na alcova , à procura de alguma declaração comprometedora que demonstre traição ao Füeher.





Esse filme é um baita Naziexploitation , onde na verdade o argumento é apenas um pretexto para o desfile de inúmeras perversões , desde as mais inofensivas , passando por humilhações sexistas , até chegar às mais bizarras parafilias .




O diretor Tinto Brass sempre mostrou apreço pelo vulgar e o grosseiro, e de fato Salon Kitty é um esboço do seu filme seguinte, o célebre Calígula. Um filme camp , clássico do mau gosto, uma verdadeira pérola do softcore europeu setentista !




Título original : Salon Kitty
Ano : 1976
Diretor : Tinto Brass
País : Itália / Alemanha / França
Awards : Nenhum


                         

quinta-feira, 25 de março de 2010

Matadouro 5


Billy é um nerd cuja consciência está solta no tempo , e por isso vive dando pulos para frente ou para trás através da história de sua vida : infância , a juventude desperdiçada na II guerra , o casamento com uma gorda patética , e a maturidade como um burguês suburbano do espaço sideral.



Filme de produção eficiente mas que por misturar elementos tão inusitados como ficção científica , II guerra , e drama existêncialista , acabou mergulhando no ostracismo e relegado ao esquecimento, por conta do seu ar estranho e incomum.


O filme é realmente uma boa curiosidade , e mesmo com uma visão algo romanceada da II guerra , dá um destaque interessante ao controverso bombardeio de Dresden.
Um filme meio esquizofrênico ..



Título original : Slaughterhouse-Five
Ano : 1972
Diretor : George Roy Hill
País : USA
Awards : Cannes / Globo de Ouro / Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films / Directors Guild of America / Hugo Awards / Writers Guild of America

LINK PARA TORRENT

LINK PARA LEGENDA

...

quarta-feira, 24 de março de 2010

Durval Discos

 

Durval é um figuraça que administra sua comatosa loja de discos de vinil , e resiste a todo custo se render à era digital , enquanto conta com os seus pouquíssimos clientes saudosistas . Para ajudar sua velha mãe , com quem ainda vive , Durval contrata uma empregada misteriosa , que acaba transformando a sua rotina ..


Simpático e nostálgico  filme que se inicia ensolarado e levinho e vai se tornando sombrio , e com ares Felinianos à medida que se desenrola . Cheio de aparições surpresas e boas tiradas ,  um filme que antes de tudo é uma ode aos velhos bolachões de vinil , mas também uma metáfora acerca das pessoas que não conseguem seguir adiante . 




Titulo original : Durval Discos
Ano : 2002
Diretor : Anna Muylaer
País : Brasil
Awards : Festival de Cinema de Gramado / Recife Cine / Montréal World Film Festival / International Film Festival Rotterdam / Cinémas d'Amérique Latine de Toulouse / Torino International Festival of Young Cinema

terça-feira, 23 de março de 2010

Arca Russa


Um anônimo viajante no tempo , assiste mesmerizado , à um passeio atemporal pelo palácio Hermitage , em São Petesburgo , na compania de um marquês "europeu" do século dezenove , e que aparentemente conhece tudo da história russa até aquele ponto. O passeio se foca em diversos períodos da história russa , desde o tempo dos Czares que ali viveram , passando pela  segunda guerra , quando todas as obras de arte foram retiradas do palácio invernal por medo dos saques alemães , até os dias em que o Hermitage se tornou um dos mais completos museus do planeta.


É uma obra nada convencional , a começar pela maneira com que foi fotografado : uma tomada única sem interrupções ou qualquer tipo de edição , que é o ponto de vista do tal viajante no tempo  . Além disso , o filme passeia pelos eventos históricos sem ordem cronológica e com bastante liberdade poética , além de digressionar o quando for necessário , e de maneira didática sobre as obras em destaque no museu. E o final , mostra que , mesmo após o término da União Soviética , está viva a influência dos mestres da Mosfilm , mais notadamente de Andrei Tarkovsky . É um belo mergulho na fascinante história da " mãe Russia " .




Título original : Русский ковчег ( Russkiy kovcheg )
Ano : 2002
Diretor : Aleksandr Sokurov
País : Russia / Finlândia / Dinamarca / Alemanha / Canadá
Awards : Festival de Cinema de São Paulo / Cannes / Muestra Internacional de Cine / Karlovy Vary Film Festival República Tcheca / Toronto International Film Festival / Chicago International Film Festival / Sitges Film Festival Espanha / Bergen International Film Festival / Thessaloniki International Film Festival / Tokyo FILMeX / Helsinki Documentary Film Festival / International Film Festival Rotterdam / Gothenburg Film Festival / Adelaide International Film Festival / Hong Kong International Film Festival / Istanbul Film Festival / Singapore International Film Festival / Cieszyn Film Festival Polônia / Copenhagen International Film Festival / Taipei Film Festival / Argentinean Film Critics Association Awards / Chlotrudis Award / European Film Award / German Camera Award / Film Critics Circle of Australia Awards / Málaga International Week of Fantastic Cinema / Nika Awards / San Francisco Film Critics Circle / Society of Camera Operators

LINK PARA TORRENT

LINK PARA LEGENDA

...

domingo, 21 de março de 2010

Out of the Blue


O título desse filme é retirado de um verso de uma das mais belas canções do grande Neil Young , e de fato , tem um espírito que se adequa bem à esse melancólico drama marginal dirigido pelo doidão Dennis Hopper , contando a história de uma família white trash e disfuncional : o pai alcóolatra e ex detento , a mãe putona e junkie , e a filha rebelde que vai andar com os garotos punk .



O filme retrata de certa forma o vazio existêncial na virada dos 70 para os 80 , além de dar uma olhada na quase infantil cena punk que eclodia . Mas na verdade o filme é um bom drama familiar .  Além disso é uma boa ocasião para se ver o malucaço Dennis Hopper atuar e dirigir , justamente em uma época que estava praticamente banido do cinema mainstream , e de fato o fime é bem ousado para a época , sombrio e de final nihilista , inclusive com um subtexto incestuoso ..


Título original : Out of the blue
Ano : 1980
Diretor : Dennis Hopper
País : Canadá
Awards : Cannes

LINK PAR TORRENT

LINK PARA LEGENDA

...

sábado, 20 de março de 2010

This is Spinal Tap


Divertida comédia e uma boa sacação do diretor Rob Reiner , ao criar esse mockumentary , ou seja , um falso documentário que detona todos os clichês do rock mainstream : turnês milionárias , egos superinflados , empresários mercenários , letras pobres , capas de albuns medonhas , e todo o teatro , coreografias , pantomimas , sexismo e simulações comuns ao gênero metal de arena , o popular rock farofa. Além disso avacalha o próprio formato  Rock Movie .


Quando foi lançado o filme passou batido , porque as pessoas simplesmente não entenderam nada , e nem sequer conheciam a tal banda britânica. Depois que a ficha caiu se tornou um objeto de culto ( com direito a presença no clássico episódio " O Show de Otto " , dos primórdios dos Simpsons) .


O perfil (e a " inteligência " ) do rock star pretencioso foi retratado à perfeição , e o ridículo circo da industria fonográfica (hoje quase morta) detonado em máximo grau . Um grande cult , que conseguiu ao mesmo tempo divertir roqueiros de cabeça fresca mas também irritar os "puristas" do Heavy Metal (e também alguns rock stars se ofenderam) ! Mas sem dúvida é um filme para quem se importa com o bom vôvôzinho rock'n roll e esteja familiarizado com aquilo tudo ..


Título original : This is Spinal Tap
Ano : 1984
Diretor : Rob Reiner
País : USA
Awards : Athens Film Festival / Video Premiere Award / National Film Preservation Board

LINK PARA TORRENT

LINK PARA LEGENDA

...

quinta-feira, 18 de março de 2010

Traídos pelo desejo


Jody , um soldado britânico em serviço na Irlanda do Norte é sequestrado por terroristas do IRA , o brutal exército republicano irlandes , e no cativeiro desenvolve um clássico exemplo da síndrome de Estocolmo , ou seja , se torna amigo de um dos seus sequestradores , Fergus. Jody confessa a Fergus sua paixão por uma mulher , e lhe pede que haja o que houver , a procure e lhe diga o quanto sempre foi apaixonado por ela.


Lembrei desse filme há uns dias , e de como ele é interessante . Na época ficou conhecido como o filme "do segredo " , e pedia-se que ninguém contasse o tal segredo para quem ainda iria assisti-lo . Dirigido em meio a muitas dificuldades (sobretudo financeiras) por Neil Jordan , um Irlândes "militante" , esse filme quase não viu a luz do dia , já que nenhum estudio quis bancá-lo em virtude do seu conteúdo controverso . Ainda assim o filme acabou chegando bem longe para uma produção independente.


Um filme cativante , que explora questões tão diversas como política , identidade , e a divergência de gêneros , e que se mostra resistente à prova do tempo (e ainda melhor) . Certamente uma obra que merece ser conhecida ou mesmo revisitada. Curiosidade : O filme iria se chamar " A esposa do soldado " , mas Stanley Kubrick , um bom amigo de Jordan , sugeriu a troca para The Crying game ..

Titulo original : The Crying game
Ano : 1992
Diretor : Neil Jordan
País : UK / Japão
Awards : Independent Spirit Award / Festival de Veneza / Toronto Film Festival / New York Film Festival / Cherbourg-Octeville Festival of Irish and British Film / Tallinn Black Nights Film Festival / ASCAP Award / Oscar / Prêmio Amanda , Noruega / Condor de Prata , Argentina / Australian Film Institute / BAFTA / Prêmio Edgard Allan Poe / European Film Award / Globo de Ouro / London Critics Circle Film Awards / New York Film Critics Circle Awards / Prêmio Satellite / Writers' Guild of Great Britain Award , entre outros .

LINK PARA TORRENT

LINK PARA LEGENDA

...

terça-feira, 16 de março de 2010

Peeping Tom


Mark é um sujeito educado e de boa aparência , acima de todas as suspeitas , que trabalha em um estúdio de cinema como auxiliar de câmera. Mas ele também se ocupa de um projeto paralelo : a realização de um bizarro documentário .


Filme inglês à frente do seu tempo que aborda o depois muito imitado tema do voyerismo macabro ,  feito numa época em que pouco se tratava dos temas violência e crueldade , o que fez do filme uma obra bastante inovadora e chocante ao seu tempo , a ponto de arruinar a carreira do diretor Michael Powell no Reino Unido .


Mesmo sem o auxilio do gore ou de elementos gráficos é um filme interessante , um grande cult do terror britânico , e que inspirou o demente Mike Patton a batizar um dos seus inúmeros projetos musicais com o título do filme.

Titulo original : Peeping Tom
Ano : 1960
Diretor : Michael Powell
País : UK
Awards : Berlin International Film Festival / Finland Night Visions Film Festival / Clásicos de estreno - Argentina

LINK PARA TORRENT

LINK PARA LEGENDA

...

sábado, 13 de março de 2010

A Mansão Macabra


Uma família urbanóide tem a oferta de alugar uma casa de campo centenária por um preço ridículo , porém existe a condição de continuarem abrigando uma idosa de 85 anos que já reside no sótão. Eles topam , mas finalmente quando se mudam para a casa começam todos a agir de uma maneira sinistra.



Esse é um eficiente thriller setentista , que chama a atenção por um detalhe nada corriqueiro : o filme é praticamente a matriz de O iluminado , tamanha a semelhança com essse ultimo. Anos depois Stephen King admitiu ter tido "influências" do romance original de Robert Morasco , mas na boa , a tal influência é óbvia demais , e em outras palavras trata-se de um plágio mesmo !


Enfim , esse obscuro filme é uma boa curiosidade camp , e no fim das contas não é em qualquer dia que se tem a oportunidade de ver Bette Davis morrendo em agonia !


Titulo original : Burnt Offerings
Ano : 1976
Diretor : Dan Curtis
País : Italia / USA
Awards : Catalonian International Film Festival / Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films, USA

LINK PARA TORRENT

LINK PARA LEGENDA

..

Mulheres apaixonadas


Na Inglaterra dos anos 20 , um impetuoso industrial e seu amigo professor , se apaixonam por duas mulheres de classe baixa , porém cultas e inteligentes . Mas ambos os relacionamentos são afligidos por fortes conflitos de natureza emocional , a despeito dos quatro serem pessoas dotadas de espíritos livres . Os compromissos seguem em frente , enquanto os dois rapazes reprimem uma gritante atração homossexual mútua .



Essa é mais uma piração do inquieto diretor Ken Russel (do perfeito The Devils) , contada com a sua habitual maneira destrambelhada , porém com classe e substância : explorando bem os diálogos , as cores , os detalhes de época , cenários muito bonitos e referências históricas , o lirismo e a tragédia . Mas sobretudo as estranhezas contidas no amor e nos relacionamentos.


Título original : Women in love
Ano : 1969
Diretor : Ken Russel
País : UK
Awards : Cherbourg-Octeville Festival of Irish and British Film / Bafta / Oscar / Globo de Ouro / Prêmio Laurel / New York Film Critics Circle Awards / National Society of Film Critics Awards, USA

LINK PARA TORRENT

LINK PARA LEGENDA

...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...