terça-feira, 6 de abril de 2010

Jubilee


A rainha Elizabeth I , ícone do império britânico , de suas glórias e conquistas , viaja através do tempo com a ajuda de um anjo , desde o período elizabeteano até a Londres do emblemático ano de 1977 ( Jubileu da Rainha , daí seu título em "homenagem" ao fato ), e se entristece ao perceber que a sua amada Inglaterra está mergulhada no mais profundo caos e decadência.



Esse é um filme mambembe e degenerado , saído diretamente dos intestinos do punk , cheio de pretensão art , que talvez tenha sido uma das primeiras tentativas em retratar , ou melhor , defecar , a estética do punk , do anarcopunk , do no future , e do ingênuo nihilismo que marcou os primórdios desse movimento , que por sinal iria viver mais de sua lenda do que do próprio momento em si. Não se trata de um documentário , mas sim de um arroubo escatológico.


Feito no auge da recessão econômica enfrentada na era Tatcher , o filme mostra uma Londres horrenda , onde o Palácio de Buckingham virou um estúdio de gravação , lugar usado por um draconeano empresário , que mais cedo ou mais tarde gravará os vendidos artistas punk. Um filme-documento , arqueológico , com uma ou outra boa tirada , a presença de Adam & The Ants e Siouxie , e que agradará aos amantes de cine-demência e fuleiragem.


Titulo original : Jubilee
Ano : 1977
Diretor : Derek Jarman
País : UK
Awards : Cannes International Critics' Week

LINK PARA TORRENT

LINK PARA LEGENDA

...

Um comentário:

  1. Jarman e sua bizarra homenagem a Rainha e ao Punk!! tenho que assistir esse filme!! Marcos Punch.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...