domingo, 6 de junho de 2010

A Professora de Piano


Erika é uma talentosa professora de piano , mas amarga e que vive em pé de guerra com sua controladora mãe , que a julga perdulária e pouco ambiciosa. Toda a tensão de Erika se reflete em sua sexualidade obscura e doentia ..



Esse é mais um exemplo do cinema brutal de Michael Haneke (Benny's video , já postado aqui) , como sempre repleto de aspectos emocionais sombrios e auto destrutivos , assim como de pessoas frias e distantes , nesse caso uma mulher na faixa dos 40 que entra em colapso .



O filme é ambientado na bela Viena , a meca da música clássica , e acaba reforçando o esteriótipo do austríco pervertido. Curiosamente o filme é todo falado em francês e não em alemão , o que provoca uma estranheza a princípio , mas que não muda a força dos diálogos nessa obra excelente e perturbadora .


Título original : La Pianiste / Die Klavierspielerin
Ano : 2001
Diretor : Michael Haneke
País : Austria / Alemanha
Awards : Independent Spirit Award / Cannes / Victoria Independent Film and Video Festival Canada / Vancouver International Film Festival / Toronto International Film Festival / Melbourne International Film Festival / Espoo Film Festival / Karlovy Vary Film Festival / Warsaw Film Festival / Black Nights Film Festival / French Film Festival Filipinas / BAFTA Film Award / Golden Frog / Chlotrudis Award / Prêmio César de Cinema Francês / European Film Award / German Film Awards / Pula Film Festival / Seattle International Film Festival , entre outros .

LINK PARA TORRENT

LINK PARA TORRENT OPCIONAL

LINK PARA LEGENDA

...

Um comentário:

  1. Filme terrível, sútil e com uma insípida cena de mutilação que remete à "Gritos e sussurros" de Bergman.
    Ao final do longa fica a dúvida se o "assentimentalismo" ou sentimentalismo extremado que guia a trama e nós telespectadores...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...