terça-feira, 31 de agosto de 2010

Caché




Laurent é um bem sucedido apresentador de TV , que vive com sua bela esposa e seu filho uma suave vida burguesa em Paris , até o dia em que começam a aparecer em sua porta perturbadoras fitas de vídeo e desenhos macabros sem identificação do remetente. Essas fitas abrem um canal para um desagradável evento perdido no passado de Laurent.


Filme inquietante , dark e paranóico do diretor austríaco Michael Haneke , mais uma vez envolvendo a sua obcessão por vídeo , midia e violência , cheio de metáforas sociais com a situação social da França contemporânea e a sua questão racial que numa hora dessas irá explodir de maneira irremediável.


O cinema de Haneke tem como marca deixar lacunas a serem preenchidas pela dedução e a liberdade do espectador , mas nesse filme em especial , o diretor espalha pistas escondidas pelo filme (caché = escondido) , sobretudo na sequência final , que conduzem a trama . Um filme cuja estética é o próprio enigma.




Título Original : Cahé
Ano : 2005
Diretor : Michael Haneke
País : Austria / França / Alemanha / Itália
Awards : Cannes / Festival Internacional de Cinema do Rio de Janeiro / Festival Internacional de Cinema de São Paulo / La Rochelle Film Festival / Istanbul FilmEkimi Film Festival / New York Film Festival / Festival de Cinema em Varsóvia / Calgary Film Festival / Festival de Cinema de Valladolid / European Union Film Festival / Festival de Cinema de Mar del Plata / Hong Kong International Film Festival / British Independent Film Award / Grande Prêmio de Cinema Brasileiro Melhor Filme Estrangeiro / Chlotrudis Award / Prêmio César de Cinema Francês / David di Donatello Awards / Prêmio Diagonale Australia / Guldbagge Awards / London Critics Circle Film Awards / Prâmio Lumiére , entre outros

LINK PARA TORRENT

LINK PARA TORRENT OPCIONAL

LINK PARA LEGENDA

...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...