quarta-feira, 13 de abril de 2011

Repo Man - A onda Punk



Otto é um punk de subúrbio em Los Angeles . Cansado do tédio e revoltado por seus pais terem dado todo dinheiro à um Pastor , se torna um Repo - Man , isto é , um repossessor, que toma de volta bens não pagos por caloteiros. Ao mesmo tempo , um lunático rouba extra-terrestres de uma base militar e os coloca no porta-malas de um carro. Logo Otto se verá no meio de uma conspiração que envolve seus amigos Repo , alguns ladrões comuns , punks de araque , um filósofo de rua , os Homens de preto , e até Tele-evangelistas.



Como eu gosto desse fiminho ! Assisti pela primeira vez na TV, muito criança ainda , e para completar o filme foi exibido todo cortado para se adequar à emissora , e acabou que não compreendi bem suas sutilezas na época. Mas fiquei com ele na cabeça , e já crescido o re descobri com grande entusiasmo, e volta e meia torno a assisti-lo , e garanto , não há melhor divertimento escapista .
Poucos filmes oitentistas , pelo menos os que pretendiam ser prestigiosos para os estúdios, foram tão longe como este. Na verdade , naquela década , começava um processo de domesticação dos filmes de Hollywood , que logo se transformaria em uma padronização burra e politicamente correta . Era melhor para os estudios produzir filmes para famílias assistirem e assim recuperarem o investimento , porque aquela era afinal , a era do VHS , e pensava-se no lucro do filme não mais apenas como renda de bilheteria.
Repo Man é foda. Hoje pode não parecer , mas era um filme "de estúdio" , só que politicamente incorreto , anti-americano , cheio de drogas , comentários sociais (todo rodado no gueto) e até alguns grãozinhos metafísicos aqui e ali ... Uma raridade na era Reagan. E apenas um cara de fora , Alex Cox (de Sid and Nancy) , diretor inglês , poderia ver a América daquela maneira.




E o que há de verdadeiramente Punk no filme ? Bem , o subtítulo é obra do distribuidor nacional , mas além dos punks caricaturais espalhados no filme , há também algumas referências muito espertas . De fato o filme acontece durante o estouro da terceira onda do Punk , o hardcore californiano . GBH , a placa do carro com os ETs é o nome de uma banda Punk clássica . Todos os produtos comerciais mostrados no filme são simplesmente genéricos Pic'n pay , estampados simplesmente como "Corn Flakes" , "Food" , "Beer" , etc , não há rótulos , corporações ou "produtos". Nada mais Punk . A música que Otto canta quando perde o emprego é "TV Party", do Black Flag , ícone supremo do Hardcore e hino da parada toda . Aliás a trilha é coisa muito fina. Além de algumas bandas punks obscuras, tem Iggy Pop , Suicidal Tendencies , e Burning Tendencies , fazendo uma cover de "Pablo Picasso" , dos Modern Lovers , uma das músicas mais brilhantes já escritas por algum ser humano. Além disso os Circle Jerks , além de estarem na trilha, também fazem uma ponta como uma banda de inferninho. Punk !
Quem tem um pouquinho de Punk no seu DNA acaba se emocionando com estas pequenas coisas , mas quem não está nem aí para isso ainda tem um filme muito divertido à disposição. Clássico !!

Título Original : Repo Man
Ano : 1984
Diretor : Alex Cox
País : USA
Awards : Berlin Film Festival / Saturn Award / BSFC Award / Mystfest

DVD

...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...