sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Joven y Alocada






Uma adolescente em plena fase de ebulição sexual esbarra na fanática resistência de sua família evangélica que entende a sexualidade humana como algo pecaminoso e mesmo perigoso. Frustrada, ela expõe os detalhes de suas fantasias e práticas sexuais em seu blog Joven y alocada, através de um avatar secreto criado para se proteger. Simpático filme chileno sobre as dificuldades universais dos adolescentes, sobretudo acerca de suas duvidas afetivas.





Mas o aspecto mais interessante do filme é mesmo a dura exposição da aculturação imposta pelas igrejas evangélicas, e a constatação de que tudo não passa de um teatro baseado na coerção psicológica de seus fiéis, aforismadas por passagens bíblicas vazias e que não oferecem nenhuma resposta concreta frente ao incontornável absurdo da existência. Neste aspecto me lembrou o espetacular "Camiño", onde o catolicismo é que é a bola da vez. O título em português " As aventuras de uma ninfomaníaca" além de machista e apelativo, não faz justiça ao filme. E o cartaz é impagável.


Título Original: Joven y Alocada
Ano: 2012
País: Chile
Diretor: Marialy Rivas
Awards: Festival de cinema independente de Buenos Aires / Fastival de cinema latino americano de Huelva / San Sebastián International Film Festival / Sundance Film Festival

Um comentário:

  1. "incontornável absurdo da existência"<3 doces palavras , insanamente belas.
    Das perspectivas da ambígua existência essa é que mais fundamental , sua sutil monstruosa beleza permeia as outras perspectivas, as invalida ,as torna mais autênticas.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...