segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Ladrões de Bicicleta





Na penúria da Itália dos primeiros anos do pós guerra, um desempregado, Antonio, finalmente consegue um emprego, mas sob a condição de comprar uma bicicleta, ferramenta esta necessária ao trabalho de colador de cartazes. Escadrinhando cada centavo disponível a família por fim consegue adquiri-la, porém no primeiro dia de trabalho de Antônio seu precioso bem é roubado. O homem se mete então, na companhia de seu filho, pelos mais sórdidos, abjetos e miseráveis lugares de uma horrível cidade, na tentativa de localizar sua bicicleta.





Este magnífico filme é o ícone maior do neorrealismo italiano, movimento amparado estéticamente no estado de espírito da Itália pós Mussolini: pobreza, constrangimento, injustiça e desespero. O neorealismo tornou-se célebre, por ser ele mesmo, um simbolo sublime de mudança social e progresso cultural em um país que se reorganizava. Ladri di Biciclette é tido como o mais belo filme italiano já feito, e alguns o colocam como um dos mais importantes da história. Com relação à sua influência, os italianos costumam dizer para os franceses que a Nouvelle vague é muito bacana, mas só que eles já a haviam inventado uma década antes.





Título Original: Ladri di Biciclette
Ano: 1949
Diretor: Vitorio de Sica
País: Itália
Awards: Locarno International Film Festiva / National Board of Review / New York Film Critics Circle Awards / Academy Awards / British Academy of Film and Television Arts / Bodil Awards Copenhagen / Golden Globes / Cinema Writers Circle Awards Espanha / Kinema Junpo Awards Japão 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...