sexta-feira, 20 de março de 2015

Quebrando o Tabu







Documentário brasileiro que discute muito francamente a questão das drogas no planeta, sua longa história de amor com a humanidade, e finalmente, deixa no ar a questão de até quando a sociedade mundial vai continuar pagando o pesado custo de sua proibição, cujos efeitos colaterais são infinitamente superiores àqueles provocados por qualquer droga que seja. Além do tema extremamente importante e urgente, o filme possui em termos estéticos, uma mise-en-scène impecável, cuja qualidade se situa seriamente entre a nata da produção mundial. Se o filme funciona assim tão bem, não é apenas graças à credibilidade das testemunhas, à qualidade das imagens de arquivo, do narrador e da trilha sonora: é apenas graças ao diretor e ao trabalho de montagem que todos estes dispositivos funcionam em harmonia, de maneira à criar um filme que é a própria definição bem sucedida do gênero.

O filme é simplesmente brilhante em cumprir cada etapa do código de produção do cinema documental. Para começar, o personagem central é ninguém menos que Fernando Henrique Cardoso, não o "FHC", homem de política e ex presidente da república, mas o cidadão do mundo Fernando Henrique, o doutor em sociologia e ex professor da Universidade de Nanterre. É ele quem amarra o discurso do filme e constrói uma dialética. Cada testemunha foi escolhida a dedo, de maneira a dar transparência documental máxima ao filme, sendo cada uma delas um ator de peso diretamente envolvido na questão, e em diversos níveis da problemática: desde proeminentes chefes de estado, até o pobre cidadão vítima da guerra nos morros cariocas. Um filme irretocável e necessário.

Título original: Quebrando o Tabu
Ano: 2011
Pais: Brasil
Diretor: Fernando de Andrade
Awards: Grande Premio do cinema Brasileiro



                    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...